domingo, 3 de agosto de 2008

O Amor e o Tempo

O tempo pergunta ao tempo quanto tempo o tempo tem. O tempo responde ao tempo que o tempo tem tanto tempo quanto tempo o tempo tem.

O Amor é feito de Tempo
O Tempo constrói o Amor
Fazemos coisas com o Tempo
Que nos trazem dor.
O Amor com o Tempo
Pode-se transformar
Nunca se extingue
Mas deixa-nos a duvidar
Porque será que cresce
Em vez de minguar?
Mas o Tempo traz novidades
O que era certo
Deixa-nos saudades
Mas quere-lo-emos sempre por perto?
O Tempo mostra os acontecimentos
As questões e as decisões
O Amor mostra os sentimentos
Arrasa com os corações.
Porque não volta o Tempo para trás
E se junta novamente ao Amor.

1 comentário:

elisasilrib disse...

O amor faz vibrar o coração.
O amor faz sorrir a emoção.
O amor faz despertar a paixão.
O amor faz perder a razão.

O amor arrasta o sofrimento. Sofrer pela ausência, pela apatia, pela indiferença, pela dor na alma...
O tempo é uma fase transitória entre a dor que dilacera o coração e acalmia da cicatriz deixada. É moroso o processo, mas é uma atenuante na dor.